segunda-feira, 26 de julho de 2010

Julho

Ja estamos na ultima semana de julho... e' o ano ja nao esta mais no meio, ja passou.
Enrolei a semana passada inteira para escrever esse post, mas hoje sai.

Nao sei o que acontece comigo, mas tem alguns assuntos que, literalmente, me travam, comeco e nao consigo continuar, muito menos terminar.

Julho e' verao por aqui na Europa, mas faz tempo que nao gosto muito desse mes, porque e' um dos mais sofridos para mim. E esse nao esta sendo diferente.

Meu pai, ja tem um pouco mais de idade (77 anos), ele sempre foi fumante, nunca teve uma atividade fisica regular e sempre viveu aquela vida louca de trabalhar, trabalhar e trabalhar; para conquistar a tao sonhada casa propria no Brasil, que e' muito dificil e ha 30 anos era tao dificil quanto hoje.

Depois que ele se aposentou, por nao ter outra vida, alem do trabalho, bateu aquela sensacao de "inutilidade", junto com um pouco de depressao, alguns invernos mais rigorosos e ele sempre ficava muito resfriado, que depois virava pneumonia... ate que o medico "ordenou" que ele parasse de fumar, senao so teria X meses de vida. E todo aquele terror que nos conhecemos, para o bem dele claro.

Ele parou de fumar na hora, nao voltou mais e nem pensa, mas as consequencias de tantos anos fumando estao ai, vivinhas da silva e vao continuar por muito tempo. Tanto que meu pai nem fica mais resfriado, ele ja e' diagnosticado com pneunomia na hora, comeca com o antibiotico, faz alguns anos que ja utiliza oxigenio para auxilia-lo a respirar melhor e por ai vai.

Entao julho e' verao aqui e inverno no Brasil.... e ai ja viu ne? Meu pai fica malzao e eu tambem. Ele esteve internado mais de uma semana, eu fico com o coracao na mao e os pensamentos la, nao consigo fazer nada direito; confesso que nem aproveito muito o verao, nao me sinto no direito de ter algum prazer, quando alguem que eu amo esta sofrendo, numa cama, sem forcas para nada.

Por isso que o blog ficou sem atualizacoes...

Um dos motivos que me motivaram a sair do Brasil foi que eu precisava cuidar mais da minha vida. As vezes isso soa ate um pouco egoista. Ainda tenho essa sensacao, mas precisava cuidar de mim, estive minha vida inteira cuidando de todo mundo da minha familia... passando ferias de julho no hospital ou levando as pessoas para la e para ca.

E eu vivo esse dilema sem fim: meus pais/ familiares estao la e eu aqui, eu nao teria que estar la ajudando os que cuidaram de mim/ me criaram e se importam comigo?

Tudo bem que chega dezembro ta um solzao la no Brasil, todo mundo vai pra praia e depois me contam, sem nem lembrar que eu estou aqui congelando, mas fazer o que?

Mesmo assim eu sofro e nao sei o que acontecera com meu pai, ele nunca esteve tao mal como agora.
Vou tentar voltar mais vezes, ate porque a vida nao e' feita somente de coisas "nao tao boas", e logo logo volto a comentar nos blogs que leio tambem, prometo para mim mesma... tirar animo de algum lugar.

Otima semana para todos nos.
Paz e bem!
Gra
(* para ajudar hoje e' dia dos avos, parabens para todos os avos, se estiver perto dos seus, lembre-se de abraca-los)

{Atualizacao: Obrigada a todos pelas palavras de carinho e conforto. Obrigada tambem pelas oracoes, preces e pensamentos positivos, tenho certeza que tudo isso tem ajudado no processo de recuperacao do meu pai. Gra (07/08/2010)}.

5 comentários:

  1. Oi Gra,
    que brabeira, hein? Estar longe da família já é difícil. Tendo alguém doente então ... é bem mais difícil.
    Eu sei que é difícil irmos contra a nossa natureza mas tente não se culpar tanto nem se cobrar demais. Cada um faz o melhor de si e com certeza você está fazendo o seu melhor. Cuidar de você, com certeza, deixa as pessoas que amam felizes e voc~e fica melhora para retribuir esse amor e se entregar.
    Vamos rezar para as coisas melhorarem logo. Força, amiga.

    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Graziela.
    o fumo é muito prejudicial, pena que seu pai não se atentou antes, mas fé, confie e tudo dará certo!

    ABRAÇOS E boa semana
    Ana
    www.anaeguto.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Ei Gra querida,

    Obrigada por compartilhar suas histórias com a gente. Eu sei que nem sempre temos só coisas boas pra contar, ne? E posso imaginar sua tristeza nesse momento, porque por mais longe que estejamos, temos sempre nosso coração perto das pessoas que amamos e queremos o melhor pra elas. Eu gostei de saber que pelo menos seu pai deixou o fumo, mas é triste que ele não tenha feito isso antes, né?

    Eu também tenho historias muito parecidas na minha familia, mas procuro pensar que cada um faz suas escolhas na vida e eu estando aqui ou lá, pouco influencia os caminhos que cada um decide tomar.

    Estou rezando por vocês, Gra. Pela saúde do seu pai e pra que Deus conforte seu coração.

    Beijos,

    Lu

    ResponderExcluir
  4. Gra, acabei de mandar um recado com o link pra um outro blog, que eu acabei de linkar lá no meu... Teria como vc apagar o link por favor? Nao precisa colocar o meu nao.

    Beijos querida!

    ResponderExcluir
  5. puxa puxa que puxa... melhoras pra ele...
    bjim

    ResponderExcluir
Related Posts with Thumbnails