sábado, 13 de setembro de 2014

Parque Gomm

Conheci o Bosque Gomm por acaso. Estavamos indo para a Feira de Troca de Brinquedos em outubro (2013) e dei de cara com aquela casa amarela linda, um gramadao com algumas poucas pessoas por la' e um portao com cadeado. A feira de troca acontecia exatamente passando aquele portao mas como ele estava trancado tivemos que dar a volta no quarteirao para chegar na rua pequena e sem saida.

A feira em si foi muito legal. Conheci varias pessoas e ali mesmo me interei do movimento em defesa do Bosque Gomm. Passou outubro, novembro e dezembro. Aquela loucura por aqui, nossa adaptacao acontecendo, o Nicolas adoecendo sem motivo aparente, o Paulo chegou e depois de dezembro as coisas comecaram a caminhar com um pouco mais de sintonia.

2014 deu as caras no calendario e foi ai que ja' nao aguentavamos mais de vontade de ir para parques como faziamos quase que diariamente. Comecamos a frequentar o Gomm e tentar entender a que pe' andavam as coisas. Para nossa surpresa encontramos naquele espaco publico nao somente area verde, arvores, o canto dos passarinhos e uma casa linda amarela (ja' falei dela ne'?), encontramos tambem um grupo de pessoas abertas para quem nao e' da' cidade, dispostas a lutar por um local publico que e' nosso (nao e' somente meu, seu ou do fulano), encontramos pessoas de diferentes bairros, com olhares sensiveis e muita boa vontade.

Sabe como nos sentimos? Acolhidos. 

Com vontade de voltar sempre. De cuidar, colocar a mao na massa, estar junto.

Foi assim meio sem explicacao que abracamos a causa e tentamos estar sempre la'. Queriamos ir todos os sabados mas ainda nao conseguimos por minha culpa. Meus afazeres profissionais (leia-se planejamento, relatorio de avaliacao/ de observacao entre tantas outras coisinhas mais) acabam tomando tempo e alguns sabados falhamos, nao vamos e sentimos uma falta danada.

Hoje vivenciamos um momento incrivel aqui em casa: primeiro sabado mais tranquilo depois de alguns super atarefados; quando acordamos  ainda estavamos na cama comentei "o que vamos fazer hoje?" e o Nicolas na hora falou "vamos no Gomm". Nao tivemos duvida para onde iriamos. Levantamos nos ajeitamos e fomos para o local que nos sentimos bem e queremos estar.

Ele adora o Gomm e nao se importa de andar alguns quilometros para chegar la'. Poder levar a bola, ver outras criancas, olhar as plantas, ver livros, balancar na rede, ouvir musica, colher fruta no pe, brincar com cachorros entre tantas outras coisas gostosas que fazemos e' Gomm demais.

Ajeitando umas fotos da' para perceber claramente como o Parque, que agora foi oficializado, esta' tomando forma, ganhando uma cara unica com a colaboracao de muitas maos, ideias e coracoes. Sim porque eu acredito que tudo tem fluido bem, apesar da luta ardua, e' porque tem coracoes pulsantes que acreditam e querem ver aquele parque lindo e funcionando para todos, pois o que e' publico e' nosso por isso eu cuido.


O parque organico comecando a tomar algum formato
Janeiro/ 2014 
 Com muitos abracos

 Trabalho em equipe

Os livros livres apareceram para ficar  

Nao importa a idade. 
Tem vontade e' so' colocar a mao na massa. 

 O canteiro central comecou a ser gerado.

 Os canteiros laterais tambem.

Pintamos muros. 

 Conhecemos o "Machiche Machine" em um show ao vivo.
Marco/ 2014
 A manutencao e' fundamental mesmo quando parece que esta' tudo bem.

Os livros ganharam um lugar especial e a Biblioteca do Sossego e' um sucesso.
Abril/ 2014  

Cada um deixa sua marquinha.
(Na foto atividade da Pascoa com caca aos ovos) 

As belezas da natureza sempre presente. 

Assim como a pratica do Tai-Chi virou um "ritual matinal". 

E o Parque foi ganhando mais cores.
Maio/ 2014 
 E muitos apreciadores e apoiadores da causa tambem chegaram.

 As contribuicoes surgem de todos os lados e todas as formas.
Um lixo era necessario e ai esta' ele, lindo e colorido.

 Flores florescendo.

 Maos de fadas.

Muitos momentos de descobertas e encantamentos. 

Um local que inspira. 

Um local para brincar em familia. 
Junho/2014


Teatro no parque e' bom demais e foi lindo!
Julho/2014

Lual a noite com Joao Trista (mais uma surpresa descoberta para nos) em comemoracao ha' um ano do inicio da causa: Pleitar a oficializacao do espaco em Parque Gomm.
Julho/ 2014

O primeiro semestre do ano nesse espaco foi intenso com muitas atividades, reunioes, encontros e celebracoes. 

Essas fotos sao minhas, tiradas por nos (eu, Paulo e o Nicolas) confesso que tem dia que estamos tao la', tao conectados com a natureza, com as pessoas que esquecemos de fotografar. 

Temos muito mais fotos mas prometo que volto para contar sobre o segundo semestre que estamos vivendo pois esta' sendo tao lindo e intenso como o primeiro.

****** Adoraria colocar mais fotos mas acho que o post ja' esta' grande demais. Sem dizer que tem alguns eventos que perdemos entao nao tem o registro de tudo aqui mas se quiser acompanhar de perco e' so' curtir a pagina Salvemos o Bosque da Casa Gomm no facebook e nao perca mais nada sobre essa causa nobre: um parque decente e funcional para os curitibanos de todos os bairros.

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Desafio fotos #22/52

11.09.14
Hoje faz um ano 
que nos que aqui estamos
aqui chegamos.
{O ano foi tao intenso e com tantos aprendizados que parece que faz uns 10 que estou por aqui de volta  } 





sábado, 6 de setembro de 2014

Para guardar na memoria

ou seria melhor: "recortes da vida de uma professora de educacao infantil" ?

Sexta-feira (qualquer uma)
Hoje escovei os dentes de umas 30 criancas, sem brincadeira.
Conversei, acalmei e separei umas 20 "brigas, discussoes, desentendimentos" entre as criancas.
Cantamos parabens.
Li historia e observei olhinhos atentos me observando.
Terminei o dia com uma dor nas costas que nem sei o que dizer.

Quinta-feira (temos quase sempre o mesmo dialogo, quase todas as quintas)
Eu: Quem lembra quem vamos ver hoje?
Y. (quase 3 anos): O pof Diovo.
Eu: Isso mesmo Y. o prof. Diogo.

Coincidencia ou nao praticamente toda quinta-feira tem pao com algo (pate, requeijao ou sanduiche) no lanche e o que eu ouco depois de servir todas as criancas?
Y.: Pof eu quero pao curo (porque pao puro e' sempre melhor).

Estavamos fazendo um cartaz sobre "o que sabemos sobre a Baleia". Pedi para que as criancas lembrassem de uma baleia que eles ja' viram em fotos, desenhos, videos e me dissessem o que sabiam para eu escrever no cartaz. 
Y. levanta a mao e diz: A baleia voa no mar e nao ronca (ele queria dizer que ela vive).
Eu: Ela nao ronca Y?
Y.: Nao pof.... {pensando} ela ronca pof, ela faz assim "uuuuuuu,uuuuu". {com a cara mais linda que eu ja' vi!}

Segunda-feira (qualquer uma de Agosto)
Estavamos no parque e de repente comecou a ventar. Presenciamos uma linda, deliciosa e engracada chuva de castanhas tambem conhecidas como "catanha ou tatanha". Foi divertido e tinha crianca em extase de ver, pegar e posperiormente comer tantas castanhas que cairam no chao. Se algum ingles visse a cena, especialmente alguma mae/ medico/ enfermeiro ficariam horrorizados pois em Londres somos orientados a evitar "nuts" (todos eles inclusive amendoim) ate' os 5 anos. Aqui criancas de menos de 2 anos ficam felizes da vida por encontrarem, dividirem com os amigos e comerem castanhas na escola.



***********
Tem muita coisa boa para registrar mas ficam essas por aqui e por enquanto. Uma pena grande eu nao poder publicar nenhuma foto dos meus alunos mas garanto que eles sao uns fofos.

Amo fazer o que eu sei e gosto mesmo e apesar de todas as dificuldades incluindo falta de reconhecimento e valorizacao financeira porque minhas contas nao param de chegar nunca.

domingo, 31 de agosto de 2014

Desafio fotos #21/52

Nossa ida a Sao Paulo foi por um motivo mais que especial.

Cris, prima querida e quase irma, seja feliz e o resto vem de acrescimo. Te amo!


Vida longa com muito respeito, carinho, dialogo e diversao para voces. 
Cris e Fabio essa imagem e nao teve como nao lembrar de voces e desse momento que estao vivendo. Aproveitem cada minuto. Abraco apertado e cheio de saudade ja'!


quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Desafio fotos #20/52

Cada um so' oferece aquilo que tem.
Eu tenho amor e (no momento) isso me basta.

Bom dia!


Tenho a felicidade de ver essa flor linda todos os dias no meu trabalho e isso e' tao bom!

domingo, 10 de agosto de 2014

Pulgas de uma sexta-feira

A semana foi tranquila apesar da correria de sempre mas terminou com uma sexta um pouco "diferente" digamos assim.

Vim embora para casa do meu trabalho com duas pulguinhas atras da minha orelha que tinham (ou tem ainda, nao sei) o peso de elefantes. Isso mesmo duas questoes pequenas mas pesadas e que me fizeram pensar.

1) Quao preocupada devo ficar quando a pediatra do meu filho que e' muito mas muito ocupada com uma agenda para la' de apertada -so' passamos em consulta a cada 4 meses- me liga na sexta e diz que conseguiu um encaixe para ele na segunda e quer ve-lo. Tudo isso apos analisar o laudo de uns exames que ela solicitou. 

2) Sexta vim de tarde ouvi de alguem que eu gosto que minha turma esta' atrasada, que eles deveriam estar aprendendo X Y e Z; que as outras turmas estao caminhando mais adiante e um monte de bla', bla', bla'. 

Minhas consideracoes: 

1) A medica tem acompanhando o Nicolas e na ultima consulta ela me deu uma bronca porque ele ficou ruim eu entrei em contato com ela mas nao consegui falar e fui em um atendimento de emergia, e ai aconteceu o que acontece sempre: atiraram para todos os lados, deram antibiotico, antinflamatorio, antialergico e a crianca nao melhorou. Ela foi enfatica que qualquer mudanca era para eu entrar em contato e falar com ela. Entao acredito que nao tenho do que me preocupar mas que deu um friozinho na barriga, deu.

2) A pessoa em questao e' alguem que eu adoro, admiro porem adora pesar nos meus calos. Sempre em semanas importantes como: dia de reuniao com os pais, dia de comemoracao do dia das maes ou  como  essa semana que foi semana de comemoracao do dia dos pais. Eu ouco, tento explicar, argumentar mas nao adiante; a referencia dela e' outra, ela nunca trabalhou em outra escola e ainda por cima tem 17 anos. Nunca estudou nada de educacao, sabe o que sabe do pouco que viu e de ouvir falar. 
Depois de ouvir e tentar conversar sem muito sucesso, respirei fundo para conseguir terminar meu dia e lembrei que eu fiz 4 anos de magisterio, 5 anos de faculdade, varios cursos, fiz um curso de um ano inteiro, ja' ministrei cursos para professores sobre o material apostilado de uma rede de escola e trabalho com criancas desde 1994. A pergunta que ficou para mim foi "por que essas colocacoes ainda mexem comigo?" Por que?

Para ajudar a ligacao da medica veio depois dessa conversa. Voltei para casa sexta carregando o mundo nas costas, com vontade de sentar, chorar e sair correndo. Infelizmente ou felizmente nao posso, a vida esta' ai me chamando a vive-la.

**************
Hoje e' dia dos pais por aqui e pela primeira vez nao estou sofrendo por nao ter meu pai perto. Achei que ficaria muito pior ja' que esse ano e' o primeiro ano que comemoro dia dos pais por aqui e sem ele; o que me consola e' que dia dos pais, para mim, e' todo dia entao nao tenho porque sofrer hoje.

Terca-feira foi a comemoracao do dia dos pais na escola que trabalho e sai de la' muito feliz por tudo que vi e vivi. O clima estava otimo, as criancas adoraram, se divertiram e os pais tambem. Meu  coracao se encheu de alegria e esperanca pois eu creio que podemos ter um mundo melhor e mais amavel.


sexta-feira, 25 de julho de 2014

Desafio fotos #19/52

Ele me faz tao bem, 
ele me faz tao bem.....

Sem eles nao sei o que seria da minha vida. Muito bom podermos estar juntos, passeando, rindo, se divertindo. 

Nao importa o clima. Nao importa a hora. O que importa e' estarmos juntos.

{Nos, em um domingo qualquer, no MON tambem conhecido como Museu do Olho}
Related Posts with Thumbnails