segunda-feira, 5 de março de 2012

Um tempo para cada coisa

Um dia meu filho trouxe para casa da escola uma atividade que pedia que ele fizesse, recortasse e colasse um coracao.

- "Mae, nao sei fazer coracao."
- Claro que sabe, voce so' nao descobriu ainda.
- "Entao me ensina a descobrir" (olha que frase mais linda, de um menininho de 4 anos apenas!)
- Claro filho, vamos tentar primeiro em outro papel e eu vou te mostrar como eu faco, tem uma tecnica, muito boa.... (depois de estar com o papel e o lapis na mao, em apenas 3 segundos, continuei...) vamos fazer um numero 3 deitado e agora o V vai dar a mao para ele... pronto, voce ja descobriu como faz coracao.

Conforme eu ia falando e fazendo, ele ia fazendo tambem. Ficou feliz da vida que conseguiu desenhar coracoes e tentou mais 1, 2 e 3 vezes. Fez a atividade e pronto, acabou o assunto.

***
Preciso descobrir um jeito de guardar os desenhos que meu filho tras da escola. Todos os dias ele tira algo do bolso, na maioria das vezes, assim que chegamos em casa; outros dias, ele nao aguenta esperar e ja' na hora que eu o encontro, ele vai sacando do bolso o papelzinho dobrado em varias partes.

No dia seguinte ao dia que ele aprendeu a fazer coracoes, ele chegou em casa e tirou uma folha dobrada em algumas 8 partes ou mais e me mostrou todo feliz. E o dialogo foi assim....

- "Olha mae, hoje fiz mais coracoes, mas nao terminei de pintar, porque senao nao ia dar tempo de eu brincar. Trouxe pra casa para terminar, depois voce me ajuda?"
- Com certeza, filho e eles ficaram lindos....

Nao consegui terminar a frase, porque ele saiu correndo e foi brincar com outra coisa. Ja' tinha me mostrado o "trabalho"  e queria era continuar brincando, assim como aconteceu na escola.

Fico muito feliz e tranquila em saber (por ver e ja' ter vivido isso tambem) que na escola as criancas tem essa possibilidade de "trabalhar" e brincar. Ou seja, ha tempo para tudo... meu filho quis fazer o desenho, mas parou e foi brincar, ou seja existe a opcao e nao a obrigacao.

Com isso a crianca tambem aprende, alem de escolher, dividir o tempo e ter responsabilidade (tudo bem o desenho nao era uma atividade proposta pela escola, mas ele trouxe para casa e terminou a noite conosco).


* Este post poderia entrar para a categoria sobre as diferencas e semelhancas da educacao daqui e do Brasil, mas nao se faz necessario. Porem se voce quiser ler sobre o que eu ja' escrevi sobre a o sistema escolar daqui, com foco na educacao infantil, da' uma olhada aqui:

3 comentários:

  1. Oi Gra!!! Um dia enchi a parede da sala com os trabalhos do Cássio, coloquei ele de pé do lado e tirei uma foto. Assim, todos ficaram registrados, com ele e não ocuparam lugar, só um retrato no álbum de fotos! Agora faço isso sempre. Tiro fotos! bjão, gi
    Adorei o :Entao me ensina a descobrir !!!Liiindo!

    ResponderExcluir
  2. Outra coisa... sabe pq todas as crianças desenham as pessoas do jeito que seu filho desenhou lá no banner do seu blog? Pq eles, quando olham reto para os adultos só veem as pernas e quando falamos com eles, nos abaixamos e eles veem o rosto e as mãos... assim a parte do corpo, não é "vista" só sentida no abraço! Por isso ela só começa a aparecer quando ele tem mais noção de si mesmo, do seu próprio corpo!!! bjão

    ResponderExcluir
  3. Gi obrigada por dividir a ideia da foto com os desenhoos, e' excelente!
    Sempre que posso mudo o banner do blog, acho que da' uma inovada... e estava esperando um desenho do Ni, para colocar la. Esse e' de abril do ano passado e tem todo um contexto. Ele fez uma familia de Alien (que deve ser nos, quase com certeza!) e depois do desenho, contou uma historia, cheio de caras, bocas e sons.
    Foi muito divertido, por isso, trouxe para ca, pois tem um significado especial e todas as vezes que olho para o desenho, lembro daquele dia gostoso.
    Abracos
    Gra
    * qualquer dia, coloco um desenho mais atual.

    ResponderExcluir
Related Posts with Thumbnails