terça-feira, 16 de julho de 2013

Livros, historias e encontros com escritores.

***Senta que la' vem historia. Post grande e com muitas fotos.***

Quem me acompanha aqui no blog sabe que eu nao tenho muitas lembrancas da minha infancia (infelizmente).

Tenho alguns recortes de situacoes, pessoas, cheiros e gostos. Nao lembro de ouvir historias desde pequena mas lembro quando ganhei meus primeiros livros. Foi de uma amiga da minha mae, Valquiria, foram tres livros de uma vez, livros dificeis, eram do Monteiro Lobato, da turma do Sitio do Pica Pau Amarelo (um deles contava quando a Emilia tomou a pilula que a deixou falante e o outro era sobre a gramatica do Doutor Caramujo ou algo assim, essas sao as lembrancas que eu tenho).

A escola teve um papel fundamental na minha formacao como leitora, meu habito nasceu la', com as professoras do (antigo) pre', primeira e terceira serie. Adorava ouvir a voz delas contando historia.

E de repente era eu que estava contando muitas historias para meus alunos, imersa em livros e lembro como hoje o dia que tive contato com o primeiro escritor.

A paixao com a qual ele relatou a "gestacao" do livro em sua mente, os rascunhos no papel, a digitalizacao (que naquela epoca era feito em uma maquina de escrever, primeiro), a busca pela editora, o lancamento, o encontro com os leitores. Quanto encanto.

Para mim tudo isso e' tao sedutor, para nao usar a palavra encantador de novo, que eu nao poderia privar meu filho dessas vivencias.

Eis que um dia fomos em uma contacao de historia um pouco diferente (isso aconteceu em fevereiro de 2013).

 Cada um podia sentar onde quisesse e ainda ganhava um pincel e um pote de tinta.

 O escritor e ilustrador tinha um megafone e um microfone nas maos.

 A diversao comecou.
 As criancas mudaram de lugar.
 Tiveram contato direto com o mestre (olha a cara dele de surpresa! foi lindo)
 Ele tambem colocou a "mao na massa" junto com as criancas enquanto dava as cordenadas.
 Teve "circulos" quadrados e tudo bem.
 Ficou tudo tao colorido.

 E no final ele ainda autografou os livros.
De um jeito bem diferente.

Escritor e ilustrador frances Herve Tullet muito conhecido com a obra "Press Here" veja o video aqui. 

Pouco menos de duas semanas atras tivemos a grande oportunidade de encontrar uma autora querida que esta' completando 90 anos esse ano. Para celebrar a vida e todo o trabalho dela, uma livraria pequena de bairro, marcou um encontro. Ja' conheciamos a livraria mas la' fomos nos. Foram momentos incriveis. O Nicolas fez perguntas a ela que respondeu calmamente e com uma voz suave.

{Quem me dera chegar a essa idade e com essa lucidez toda}

Um encanto a dona Judith e com esse nome, me apaixonei de vez. 
Um pequeno parenteses aqui: o nome da minha avo' materna (que e' minha maezona desde sempre) e' Edite e eu sempre chamei ela, carinhosamente, de Judite. Nao podia perder um encontro com outra Judith por nada no mundo. Fecha o parenteses.

Foi uma linda tarde de sol para completar o cenario.

 Tinha fila na porta da livraria.
 A vitrine com as obras da autora.
E o encontro (ela e' muito linda!).

Judith Kerr e' escritora e ilustradora de muitos livros, entre eles esta' o famoso "The Tiger Who Came to Tea" veja o video aqui.

Se voce estiver em Londres de uma pulinho nessa livraria, vale muito a pena a visita, 



* Leitura complementar: Sobre contar historia

** A vida ta' corrida, ta' calor, estamos com visita do Brasil e eu to morrendo de saudade de escrever e comentar nos blogs mas nao to dando conta. Desculpa.

3 comentários:

  1. Gra querida
    Que delicia!
    Adorei! Sao momentos magicos, ne?
    Adoro estes contatos com autores
    Adorei as fotos e o post.
    Aproveita suas visitas!
    Por falar nisso, sabe quem esteve comigo no outro final de semana?! Luciana querida, direto do Canadá! Falamos de vc tbe :)
    Bjks mil e saudades

    ResponderExcluir
  2. Ai que máximo! Nós temos 3 livros do Herve Tullet alguns em inglês e o Aperte Aqui em Português. Adoramos! E eu sei como é o MÁXIMO para uma crianças conhecer autores. A Cecília ficou encantada com o CAIO RITER, autor gaúcho, e contou pra TODO MUNDO, várias vezes que o conheceu. E depois conheceu a Léia Cassol e parece que ela viu uma fada (pq a autora tem cabelo roxo)... nossa como isso estimula a gurizada! Não conhecia o The Tiger Who Came to Tea vou procurar por aqui!

    Adorei ver o Nicolas todo surpreso! Como isso é mágico!
    Bjão, Gi

    ResponderExcluir
  3. Ah, vendo o Nic brincando com o autor me deu até arrepio! =D
    E li sobre a Judith em vários jornais, que bacana! Guarde o livrinho, tenho certeza que vai virar item de colecionador um dia...

    ResponderExcluir
Related Posts with Thumbnails