domingo, 1 de outubro de 2017

Quatro Anos

Ainda não consigo chamar Curitiba de "minha cidade", não sei porque mas algo ainda não me conquistou definitivamente. 

Talvez um dia, por enquanto, não. 

Setembro fez quatro anos que chegamos, quatro longos anos.

Por incrível que pareça passei muito mal na semana que antecedeu o dia 11 de setembro. Estava muito calor mais um estresse desnecessário, pronto a receita certa para o corpo quase entrar em colapso. 

Mais uma vez sobrevivi. Mais uma vez.

Pensei o quanto tudo tem me consumido, o quanto tenho gasto energia com o que não é importante e o quanto havia deixado o blog de lado. Meu bode aumentou mais ainda.

Então mesmo Curitiba ainda não sendo minha cidade, lembrei de uma conversa com uma amiga professora, que também não é daqui.
- Não sei o que mudou mas acho que comecei a entender como as coisas funcionam - eu disse.
- Nada mudou, você que se acostumou. Se acostumou com a solidão, com o frio, com a frieza.. - ela respondeu.

Eu concordei com a cabeça e aquilo ficou martelando em mim por semanas. E devo admitir que acho que foi isso mesmo, me acostumei a quase tudo, mesmo sem querer.

A saudade de Londres não diminui, só aumenta. A saudade do meu pai também. 
Quando penso na violência- nossa- de- todos- os- dias, me dá desespero. Ai tento não pensar.
Os amigos!!! Ai que falta eles fazem... e como aqui é um grande desafio fazer amizade. Mesmo  você estando disponível, mesmo você querendo.... tem coisas que não depende só de você. Mas continuarei tentando.

Não posso deixar de agradecer as pessoas que me ajudaram e fizeram a diferença na minha vida. Duas delas foram embora de Curitiba, foi um baque para mim, mas sobrevivi novamente. E por aqui estamos, se acostumando.

A maior vantagem de morar em uma cidade turística, é viver onde as pessoas vem passar férias (de novo) e poder encontrar amigos/ conhecidos/ pessoas queridas.

Só para não passar em branco, algumas fotos dos nossos melhores momentos nesses ~longos~ quatro anos.

Céus de Curitiba: aqui e aqui.

Nossa pani (panificadora, padaria para os paulistas): café em família.

Encontro entre colegas de trabalho: sim é possível (um a cada dois anos está bom, né?)

Olhe para cima, sempre: araucária, céu, sol, nuvem, ipê amarelo.

Nosso museu preferido (fomos várias vezes e iremos muitas outras ainda):  MON.

E a vida segue....

2 comentários:

  1. É difícil de acostumar numa cidade tão diferente de onde vieste. Mas, pouco a pouco irás conseguir! Torço pra que fiques bem e consigas! beijos, chica

    ResponderExcluir


  2. Nice Information. Thanks for sharing such a nice information.
    mock test
    home remedies
    technology
    ---------------------------------------------------------------------------------
    Nice Information. Thanks for sharing such a nice information.
    recruitment
    jee main
    law
    gate
    school
    neet

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar, sua opiniao e' muito importante.
Leio todos os comentarios e sempre que possivel respondo aqui mesmo ou no blog correspondente de quem comentou. Muito obrigada pela visita e volte sempre.
Gra

Related Posts with Thumbnails